Notícias

Sábado, 01 de Junho de 2019, 01:44h

Presidente da Fepiserh requer andamento das obras do hospital de Picos

Pablo Santos solicitou o andamento das obras de reforma e ampliação da casa de saúde

Uti 2

O presidente da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH), deputado Pablo Santos (MDB), visitou na manhã do último dia 31 de maio, o Hospital Regional Justino Luz, em Picos, juntamente com o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto. Em entrevista, ele afirmou que tem cobrado ao governador Wellington Dias o andamento das obras de reforma e ampliação da casa de saúde, que estão temporariamente interrompidas, e em especial o pronto-socorro.

Indagado se a sua vinda a Picos foi uma reação a visita da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Piauí, presidida pela deputada estadual Teresa Britto (PV), que esteve em Picos na segunda-feira, 27, e constatou algumas necessidades urgentes no hospital, Pablo Santos respondeu que não há relação. Como reassumiu a presidência da Fepiserh há apenas 10 dias, ele declarou que tem buscado o andamento de todas as obras dos hospitais regionais.

"Viemos juntamente com o secretário Florentino, para que o hospital possa funcionar com mais qualidade, além de outros aspectos que precisam ser conclusos, como a atualização imediata dos pagamentos em aberto. Até a próxima semana conseguiremos junto à Secretaria de Fazenda, o pagamento da competência de março. Em menos de dez dias já conseguimos dois meses de pagamentos para o quadro de funcionários do hospital", declarou.

Sobre as declarações da deputada estadual Teresa Britto, que visitou o hospital e fez algumas reclamações, Pablo Santos disse ser amigo da parlamentar e entender o posicionamento da parlamentar. Ele acredita que o pronunciamento da deputada aconteceu no "calor da emoção" ao ver o pronto-socorro desativado. “De certa forma, essas visitas da deputada aos hospitais do estado é uma cobrança para o governador, para que nós, gestores, possamos executar um trabalho melhor", declarou.

Pablo Santos, Florentino Neto e a diretora do HRJL, médica Patrícia Santos, se reuniram nas dependências do hospital.


Fonte: Jailson Dias