Notícias

Terça-feira, 12 de Outubro de 2021, 11:57h

Hospital Regional Justino Luz implanta serviço “Posso Ajudar?”

O serviço começou a funcionar no mês de outubro e ficará disponível todos os dias da semana, no horário de 7h às 19h

DIV 0bf6a32b 6843 43b5 a5a7 e10c5790c106 Serviço "Posso Ajudar" é implantado no Hospital Justino Luz

O Grupo de Trabalho Humanizado – GTH do Hospital Regional Justino Luz implantou um novo canal de comunicação entre pacientes e a unidade de saúde com o objetivo de acolher, informar e orientar pacientes, acompanhantes e profissionais de saúde.

O serviço começou a funcionar no mês de outubro e ficará disponível todos os dias da semana, no horário de 7h às 19h

 

COMO FUNCIONA?

A equipe do “Posso Ajudar” vai atuar no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Hospital como um instrumento de comunicação efetiva entre os pacientes, acompanhantes e profissionais de cada setor.

Fazem parte da equipe uma coordenadora e três auxiliares administrativos. A expectativa é oferecer um bom funcionamento do Serviço Único de Saúde – SUS.

De acordo com a assistente social Keyla Lavor , coordenadora do GTH, esse processo de humanização dentro de uma unidade de saúde como o Justino Luz é importante.   “ Aqui no Justino Luz recebemos pessoas de toda a macrorregião, portanto, é necessário reconhecer a diversidade da população e oferecer a mesma atenção à saúde, sem distinções, além de prestar um serviço de saúde humanizado e de qualidade como já vem sendo feito,” explicou a coordenadora.

Genyana Leal, diretora geral do HRJL explica que a proposta é oferecer um trabalho coletivo para que o serviço seja mais acolhedor, ágil e resolutivo.  “Nós buscamos melhorias nas condições de trabalho e atendimento, que deve ser construída com a participação de todos desde a portaria, aos médicos, enfermeiros e profissionais em geral comprometidos com a qualidade dos serviços do hospital”, concluiu.

 

O presidente da Fepiserh, Ítalo Rodrigues, destaca que o “Posso Ajudar” é uma ferramenta que vai melhorar o atendimento do Hospital Justino Luz. “É um serviço em que o usuário pode se expressar, ser ouvido e acolhido, alcançando níveis de excelência no atendimento”, destaca Ítalo.  


Fonte: ascom Fepiserh