Notícias

Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2022, 11:35h

Hospital de Picos realiza primeira cirurgia neurológica

Com a implantação do serviço de neurocirurgia em Picos, o Piauí avança na descentralização dos serviços e atendimento de alta complexidade

div 6edabddc 0535 4f87 9292 5cae27071507  1 Cirurgia neurológica no Hospital Justino Luz

O Hospital Justino Luz, em Picos, realizou a primeira cirurgia neurológica no domingo (20). Uma paciente de 80 anos, do município de Pimenteiras, precisou se submeter ao procedimento de urgência após sofrer trauma crânio encefálico provocado por uma queda. A neurocirurgiã kassandra Nunes realizou a cirurgia.

Com a implantação do serviço de neurocirurgia em Picos, o Piauí avança na descentralização dos serviços e atendimento de alta complexidade, uma das metas do Governo do Estado.

A neurocirurgia é um procedimento realizado para tratar situações geradas por doenças do sistema nervoso central e periférico, tais como hidrocefalia, tumores, doenças vasculares, degenerativas, traumas crânio-encefálicos e lesões raqui-medulares passíveis que necessitem de uma abordagem cirúrgica.

Só em 2021, cerca de 250 pacientes precisaram ser regulados para outras unidades. Para a realização das neurocirurgias, o Hospital Justino Luz passa a contar com uma equipe de neurocirurgião com plantão 24 horas.

O presidente da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares, Ítalo Rodrigues, destaca a atuação do Hospital de Picos para atender o propósito do governador Wellington Dias na descentralização dos serviços de saúde no Estado. “A implantação desse serviço é um marco histórico porque são cirurgias de alta complexidade. Os pacientes serão atendidos com mais rapidez, sem necessidade de regulação para outras unidades. Isso vai reduzir as taxas de mortalidade e as sequelas nos pacientes”, destaca Ítalo.

A diretora técnica da Fepiserh, Nara Nunes, lembra que há menos de um ano o Hospital Justino luz implantou as cirurgias de videolaparoscopia, procedimento menos invasivo, realizado por meio de câmeras, que contribuem para uma recuperação mais rápida dos pacientes. “ Isso é um projeto do Governo do Estado da interiorização da saúde. Para isso, o Hospital de Picos recebeu investimentos, equipamentos e fez reformas no centro cirúrgico”, destaca a diretora.


Fonte: ascom Fepiserh