Notícias

Quinta-feira, 27 de Agosto de 2020, 13:18h

Hospital de Picos bate a marca de 200 recuperados

Número de pacientes nas UTIs e óbitos mantém-se estável mesmo com aumento de casos na região.

Jl5

O Hospital Regional Justino Luz, em Picos, bateu a marca de 208 pacientes recuperados da Covid-19, segundo o boletim epidemiológico emitido pelo hospital nesta quarta-feira (26). No total, já foram admitidos 321 pessoas na área covid, que atualmente conta com 11 internados em UTIs e 12 na enfermaria.

Segundo a diretora técnica da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH), Nara Nunes, mesmo com o aumento da interiorização da doença nas últimas semanas, o que acarretou uma alta nos casos que necessitam das unidades de terapia intensiva, o número de óbitos mantém-se estável, com um índice dentro das probabilidades calculadas. "Nos últimos sete dias, a média foi de 1 óbito por dia, sendo que na última terça-feira, não tivemos nenhum falecimento por conta da Covid", comenta Nara.

A diretora explica que devido à flexibilização do isolamento na região, já era esperada uma variação na quantidade de internações graves e que tem acontecido uma oscilação no número de pessoas que carecem de UTI, mas que mantém-se uma média de 12 pacientes internados nessas unidades na última semana. "Estamos um pouco acima dos 50% da capacidade de acolhimento nas UTIs do hospital, que conta com 20 leitos exclusivos para Covid, mas dentro do previsto", conta Nara.

Para o diretor técnico do Hospital Justino Luz, Tércio Luz, o índice elevado de altas hospitalares é reflexo do processo assertivo de atendimento do hospital. "Em pleno pico epidemiológico da Covid na região de Picos, em uma situação de alta transmissibilidade pela flexibilização do isolamento social e onde notadamente, em todas as regiões do mundo, se observa aumento da mortalidade, foi bastante significativo o número de 108 altas registradas em praticamente 30 dias, somando um total de 208 altas, trabalho esse, que é uma vitória para todos que fazem parte do processo de cuidado ao paciente", destaca Luz.

O presidente da FEPISERH, Pablos Santos, analisa os dados e alerta para a necessidade de manter as medidas de proteção e distanciamento social para evitar um possível colapso no sistema de saúde do município. "Desde o início da pandemia, estruturamos o Hospital Justino Luz para atender a demanda de toda macrorregião, que abrange 42 cidades e mais de 500 mil habitantes. Estamos conseguindo atender à todos, mas precisamos conter o aumento dos casos e para isso, necessitamos da cooperação de toda a população", ressalta o gestor.


Fonte: FEPISERH