Notícias

Sexta-feira, 24 de Julho de 2020, 13:57h

Governo anuncia investimos para o Hospital Justino Luz e novo Hospital de Picos

O novo hospital, conhecido como Centro de Referência Médica, terá leitos para tratamento da Covid-19 e funcionará como hospital-escola.

Novo hospital de Picos Centro de referencia medica de picos 04

O governador Wellington Dias anunciou na última sexta-feira, dia 24, que vai aplicar recursos para a melhoria permanente da saúde no estado, além dos investimentos emergenciais e ampliação dos leitos para atendimentos diante da pandemia provocada pela Covid-19. O novo hospital de Picos, que já remotou suas obras, e o Hospital Regional Justino Luz, estão no cronograma das ações.

Até 2022, serão investidos R$ 230 milhões em estrutura, equipamentos e tecnologia na rede hospitalar em todas as regiões do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SESAPI) e Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH). Várias obras estão em andamento, com previsão para conclusão em até dois anos. "Nosso objetivo é melhorar o atendimento à população do Piauí, dando continuidade ao nosso processo de descentralização na rede de saúde", afirmou Wellington.

O governador destacou que as cidades polo terão ampliação do atendimento de média e alta complexidade, como Picos, Parnaíba, Curimatá, Piripiri, Cocal, Buriti dos Lopes, Uruçuí e Bom Jesus. "Graças ao grande esforço de todos, conseguimos ampliar os leitos de UTI e garantir que todos fossem atendidos, impedindo, assim, que houvesse colapso, como infelizmente ocorreu em outros estados do Brasil", disse Dias.

A macrorregião de Picos, que abrange 42 municípios e quase 600 mil habitantes, vai ganhar o novo hospital de Picos, que já teve suas obras retomadas, assim como, a conclusão da reforma do Hospital Regional Justino Luz, que inclui ainda, o Centro de Parto Normal e a Casa da Gestante.

O novo hospital de Picos contará com uma estrutura moderna de 152  leitos de internação, dez leitos de UTI pediátrica, dez leitos de UTI adulto, cinco salas de cirurgia de alta complexidade, central de processamento de resíduos, quatro salas de parto normal, auditório com 150 lugares, refeitório e biblioteca, além de servir como hospital-escola de média e alta complexidade para os acadêmicos do Medicina da Universidade Federal do Piauí de Picos.

O presidente da Fepiserh, Pablo Santos, explica que entre as ações executadas no Hospital Regional Justino Luz desde 2017, período em que a Fundação passou a gerenciar a unidade, estão a entrega dos prontos-socorros 1 e 2, reforma do parque tecnológico, incluindo o setor de diagnóstico com tomografia computadorizada, ultrassonografia e raio-x digital, contemplando os atendimentos de radiologia; a reforma que está sendo realizada no centro cirúrgico, assim como, a entrega das alas da obstetrícia e pediatria (Ala B), totalmente reformadas. O hospital também vai ganhar uma nova substação de energia.

Pablo destaca também a abertura dos novos leitos de UTI exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19. "Nossa região teve um avanço muito significativo em terapia intensiva com a implantação de dez novos leitos de UTI para atendimento a pacientes com Covid logo no início da pandemia, e mais dez leitos agora, totalizando 30 unidades de terapia intensiva e triplicando a capacidade de acolhimento do hospital",  ressalta o gestor.


Fonte: FEPISERH