Notícias

Sexta-feira, 24 de Abril de 2020, 10:26h

Fundação Hospitalar lança Transparência coronavirus

O espaço está disponível no site da instituição e permite o acesso do cidadão e dos órgãos de fiscalização às informações sobre gastos com recursos públicos no combate ao coronavírus.

Whatsapp image 2020 04 24 at 10.23.21

A Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH) já dispõe no seu site institucional do Transparência Coronavirus, um espaço criado especialmente para dar mais transparência e facilitar o acesso do cidadão e dos órgãos de fiscalização e controle às informações sobre gastos com recursos públicos no combate e enfrentamento ao coronavírus no estado.

Acesse aqui: http://www.fepiserh.pi.gov.br/transparencia/coronavirus

“Neste espaço, disponibilizaremos informações relevantes e de interesse público sobre projetos e ações do órgão voltadas para o combate à doença”, destaca o presidente da Fepiserrh, Pablo Santos, ressaltando a importância do espaço como fonte de informação para que o cidadão e os órgãos de fiscalização possam fazer consultas sobre licitações, aquisição e aplicação dos recursos públicos, órgão que está sendo contratado para prestar o serviço, dentre outras informações referentes às despesas para o combate da pandemia.

A Fundação Hospitalar do Piauí tem por finalidade a prestação de serviços gratuitos de assistência médico-hospitalar, ambulatorial e de apoio diagnóstico e terapêutico à comunidade, assim como a prestação às instituições públicas de ensino ou instituições congêneres de serviços de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão.  Ela responde pela gestão de dois dos maiores hospitais públicos do Estado: o Getúlio Vargas, em Teresina; e o Hospital Regional Justino Luz, em Picos. Os dois são referência para o enfrentamento ao coronavírus.

Atualmente, o Hospital Getúlio Vargas possui 60 leitos de enfermaria e 20 leitos de UTI. Já o hospital regional Justino Luz conta com 10 leitos de UTI e está se estruturando para receber mais 10 novos leitos para reforçar o atendimento aos pacientes. Além disso, conta ainda com 70 leitos clínicos reservados ao atendimento de pacientes com COVID-19. O HRJL é o maior da região do Vale do Guaribas, Sambito e Canindé e tem capacidade de atendimento de cerca de 600 mil habitantes.

leia também:

hgv-e-justino-luz-receberao-ajuda-do-ministerio-da-saude-no-enfrentamento-ao-coronavirus

hospital-justino-luz-reforca-sua-estrutura-de-atendimento-a-pacientes-com-covid-19

fundacao-hospitalar-vai-instalar-10-leitos-de-utis-em-picos

ministerio-da-saude-libera-mais-de-r-2-milhoes-para-hospital-justino-luz

hgv-tera-40-leitos-de-uti-para-tratamento-da-covid-19

A transparência sobre os gastos públicos está prevista na Constituição Federal do Brasil, em seu artigo 37 que destaca: “A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência [...]”.

É através da publicidade dos atos administrativos que a sociedade e os órgãos de controle internos e externos (Controladorias e Tribunais de Contas) têm conhecimento dos gastos públicos.