Notícias

Quarta-feira, 22 de Abril de 2020, 11:41h

Covid-19: HGV capacita profissionais sobre segurança do paciente

Treinamento tem objetivo de manter um procedimento operacional padrão dentro das equipes e proteger pacientes e profissionais

2776

Com o objetivo de capacitar os profissionais de saúde da área Covid-19 do Hospital Getúlio Vargas (HGV) em relação a sua segurança e dos pacientes que estão sendo assistidos, o hospital, com a colaboração da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), está realizando um treinamento com seus colaboradores que começou hoje (22) e vai até sexta, no auditório do órgão.

O Treinamento, vale ressaltar, é presencial e obedece a todas as normas de segurança determinadas pela OMS e pelo Ministério de Saúde, com turmas  pequenas e em vários horários, de forma que possa contemplar o maior número possível de participantes.

Para a coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente do HGV, Nirvania Carvalho, o treinamento é importante como medida preventiva  e de orientação sobre o uso dos EPIs, mas também como forma de minimizar a ansiedade daqueles que estão na linha de frente do cuidado ao paciente com COVID-19. "A proteção dos profissionais de saúde durante a assistência aos pacientes com COVID-19 tem sido vista como prioritária e imprescindível pelas instituições de saúde, em especial, pelo elevado número de contaminados em vários locais do mundo, o que potencializa o medo da contaminação pelo vírus entre estes profissionais. Neste sentido, estão sendo disponibilizados equipamentos de proteção individual (EPI's) adequados, bem como o protocolo do uso correto dos mesmos, medidas que são essenciais na prevenção desses profissionais e que minimizam a ansiedade durante o atendimento", explica Nirvana Carvalho.

O presidente da Fundação Hospitalar (FEPISERH), Pablo Santos, comentou a iniciativa do HGV. "É necessária e tem todo apoio da Fundação. Estamos cautelosos quanto à saúde das equipes, para resguardar também a dos profissionais e suas famílias, assim como, suprimir qualquer risco de contaminação hospitalar", pontua o presidente da Fepiserh.

Já a diretora técnica da FEPISERH, Nara Nunes, destaca a importância do treinamento em manter um procedimento operacional padrão dentro das equipes e proteger pacientes e profissionais. "Sabemos que a transmissibilidade do Covid-19 é muito grande e afeta diretamente a saúde dos profissionais que estão na linha de frente. Com essa capacitação, vamos reduzir as taxas de infecções desses profissionais e evitar a contaminação cruzada, onde um paciente que se internou por outro motivo se contamina com o coronavírus, assim como os seus acompanhantes", explica.

A capacitação oferecida pelo HGV acontece através do Núcleo de Qualidade em Saúde e Segurança do Paciente, Núcleo de Educação Permanente, Comissão de Controle de Infecção Hospitalar e a Residência Integrada Multiprofissional em Terapia Intensiva Adulto da UESPI. Dentre os temas abordados, estão os aspectos clínicos e epidemiológicos do Covid-19, paramentação e desparamentação e processo de trabalho na área Covid, metas de segurança do paciente, protocolo de prevenção de infecção e outros assuntos relacionados à assistência à saúde. 

Ao todo, serão seis turmas capacitadas, contemplando todas as equipes que trabalham no enfrentamento ao coronavírus no HGV.


Fonte: FEPISERH