Notícias

Terça-feira, 14 de Abril de 2020, 15:53h

“Aplicativo será importante para triagem dos pacientes suspeitos de Covid-19”, diz Pablo Santos

O Monitora Covid-19 possibilitará que a população receba atendimento médico online e sem a necessidade de se dirigir a uma unidade de saúde

Whatsapp image 2020 04 14 at 13.54.33

O presidente da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares, Pablo Santos, participou na manhã desta terça-feira, 14, do lançamento do Monitora Covid-19, aplicativo lançado pelo governo do Estado que possibilitará o atendimento de pacientes com sintomas da doença sem a necessidade de se dirigir a uma unidade de saúde. O lançamento contou com a presença do governador Wellington Dias, do secretário de saúde, Florentino Neto, e do diretor HGV, Gilberto Albuquerque.

"Não tenho dúvidas que o aplicativo será uma ferramenta importante para triagem dos pacientes com suspeita de Covid-19, possibilitando também a elaboração de um plano de ação para cada região, cidade ou até zona urbana, de acordo com os dados epidemiológicos apurados pelo programa", disse Pablo Santos, ressaltando a relevância do aplicativo e seus benefícios.

O governador Wellington Dias também ressaltou a importância do seu uso pela população. "Como a tendência da curva de casos de coronavírus é aumentar em abril e maio, a utilização do Monitora Covid-19 permitirá que as pessoas recebam o atendimento em suas residências, sem precisar ir às Unidades de Saúde. Quanto mais pessoas utilizarem, mais ajudaremos o serviço de saúde”, disse, o governador. Ele destacou que as pessoas passarão por uma espécie de teletriagem e serão orientadas por meio da própria plataforma na hora de procurar os serviços de saúde.

Já o diretor do HGV, Gilberto Albuquerque, destacou que "a meta é simplificar a relação médico-paciente e evitar a sobrecarga do sistema de saúde, em meio à pandemia do coronavírus".

Durante o lançamento, o engenheiro clínico André Andrade, fez uma apresentação da nova ferramenta de combate ao coronavírus. “O aplicativo possibilitará o registro de informações de pessoas com suspeita da doença, viabilizando o atendimento remoto, além do monitoramento e acompanhamento dessas pessoas”, disse, ressaltando que uma  equipe, inicialmente formada por 62 profissionais de diferentes áreas da medicina, foi treinada para o atendimento online dos pacientes.

“Caso seja identificado algum risco, um profissional da equipe capacitada entrará em contato em até 24 horas, pelo celular, orientando as medidas a serem adotadas, preferencialmente de casa, evitando que o paciente se exponha indo a uma unidade de saúde”, pontuou o técnico.

*Sobre o Monitora covid-19*

O Monitora Covid-19 foi desenvolvido por instituições privadas, em parceria com o Consórcio Nordeste; a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia (Secti); a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e a Fundação Estatal Saúde da Família (Fesf-SUS/FESF-tech).

A previsão do governo é de que ele já comece a funcionar na próxima quinta-feira (16) na plataforma Android, através da Play Store; e a partir da próxima semana, também na versão para os usuários do sistema iOS. Para baixar o app, o interessado deve buscar por "monitoracorona", com as duas palavras juntas. Depois é só selecionar o aplicativo Monitora Covid-19, de cor azul.

Após escolher o estado e a cidade, o usuário será guiado a vários informativos até encontrar a opção de realizar o login ou fazer um cadastro, informando nome, CPF, nome da mãe e número do cartão SUS.